Nutricionista dá dicas de como se alimentar no período de quarentena

Da Redação

Alimentação saudável

Com o isolamento social necessário para o combate ao novo coronavírus (Covid-19), muitas pessoas estão tendo que procurar alternativas para uma rotina saudável. Com a restrição aos exercícios físicos feitos fora de casa, a melhor maneira de manter uma boa imunidade é focar em uma alimentação adequada.

É o que diz a coordenadora de nutrição da Secretaria de Saúde de Guarujá (Sesau), Rosana Nóbrega. “O ideal é ter uma alimentação equilibrada, não fazendo nenhuma dieta restritiva, daquelas que de vez em quando entram na moda”, destaca.

A profissional indica o consumo de verduras, legumes e frutas, e recomenda evitar as frituras, consumindo mais alimentos cozidos, grelhados ou assados. Dentre as verduras, é importante o consumo de folhas escuras, como couve, escarola, agrião e brócolis, para reforçar a ingestão de ferro e evitar a anemia.

Alimentos ricos em vitamina D, como sardinha, gema de ovo e fígado são bem-vindos, assim como as proteínas encontradas, por exemplo,nas carnes vermelhas, aves e peixes.

Para beber, o ideal é trocar os refrigerantes e sucos artificiais por sucos naturais, ricos em vitamina C, como os de acerola, laranja e limão. O açúcar deve ser evitado, assim como alimentos com excesso de sódio. Os munícipes diabéticos devem ficar sempre atentos ao seu nível de glicemia e pressão arterial.

O ideal, segundo a coordenadora, é fazer a alimentação mais natural possível, evitando alimentos processados, como biscoitos recheados, salgadinhos de pacote e achocolatados, e também os embutidos.

Não existe nenhum alimento que aumente sozinho a imunidade. Além da alimentação como um todo e do exercício físico, a qualidade do sono também é uma das influências. “Manter uma boa imunidade é a melhor maneira de preparar o organismo para a possibilidade de uma infecção”, explica a nutricionista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *