Sesau projeta aumento de 15% na capacidade de atendimento do PS de Vicente de Carvalho

Resultado deve ser um dos primeiros reflexos da mudança na gestão plena do Pronto Socorro, agora a cargo da Organização Social Aceni, que vai revitalizar todo o espaço.

A partir do próximo dia 9, a Organização Social Aceni passa a ter a gestão plena do prédio que abriga o Pronto Socorro (PS) de Vicente de Carvalho, responsável pelo atendimento infantil e adulto. Um dos primeiros resultados a serem sentidos, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, será o aumento, em 15%, na capacidade de atendimento da unidade, que oferece, entre outros, atendimentos de urgência e emergência 24 horas, em Clínica Médica, Pediatria e de Odontologia.

Essa projeção se deve ao serviço de classificação de risco, informatizado, cuja implantação deverá acontecer em breve, com priorização do atendimento aos pacientes conforme a complexidade do quadro clínico no momento da entrada no PS. Juntos, os atendimentos infantil e adulto realizam mais de 19.500 atendimentos todo mês.

Conforme o secretário de Saúde de Guarujá, Vitor Hugo Straub Canasiro, o intuito é oferecer uma melhor adequação física, ambiente climatizado e espaço harmonizado. “É um antigo anseio da população e nosso, também. Um Pronto Socorro de Vicente Carvalho (principalmente, o prédio que realiza o atendimento adulto) revitalizado e que dê o atendimento que o usuário precisa”, salienta.As intervenções no prédio já foram iniciadas a partir da revisão e adequação de instalações elétricas, hidráulicas, gases medicinais e ar-condicionado, além de novas estruturas de apoio aos colaboradores, laboratório e lactário.

Haverá ampliação e otimização dos ambientes, modernização no fluxo de atendimento, inclusive, com tecnologia de ponta e novos equipamentos.A meta da Prefeitura é seguir o exemplo do que ocorreu com a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Doutor Matheus Santamaria (UPA Rodoviária), gerido pela Organização Social Pró-Vida. A unidade, principal equipamento da Rede Municipal de Urgência e Emergência, foi totalmente reconstruída, ampliada e presta hoje um atendimento de excelência.Estrutura.

O prédio abriga 30 leitos (infantil e adulto), que somam mais de 50 ambientes como consultórios médicos, salas de raio-x, de sutura, medicação, observação, esterilização, isolamento, Odontologia, emergência, além de vestiários, farmácia, entre outros.Atualmente, a unidade conta com um total de 15 enfermeiros, 39 técnicos de enfermagem, 33 auxiliares de enfermagem, sete recepcionistas, 22 agentes de serviços gerais, 12 médicos clínicos, 15 médicos pediatras, sete técnicos de raio-x, três operadores de câmara escura e um farmacêutico.Ainda conforme Canasiro, trata-se de uma reorientação do modelo de gestão e de atenção à saúde. “É uma iniciativa que visa atingir novos patamares de prestação dos serviços, associada ao aperfeiçoamento do uso dos recursos públicos”.

A Aceni contará com quadro de 230 colaboradores para a equipe multidisciplinar, como médicos, dentistas, enfermeiros, fisioterapeutas, farmacêuticos, equipe técnica de enfermagem, farmácia, saúde bucal, pessoal dos serviços de apoio e administrativo.Realocação de funcionários – Com a gestão plena pela OS, todos os funcionários de enfermagem pertencentes à rede municipal estão sendo realocados para as unidades de trabalho gerenciadas diretamente pela Secretaria de Saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *