Prefeito reivindica apoio da Autoridade Portuária às vítimas de incêndio na Prainha

Em virtude do incêndio ocorrido na Comunidade da Prainha, o prefeito de Guarujá, Válter Suman, reuniu-se, de forma virtual, na tarde desta quarta-feira (10), com o presidente da SPA – Santos Port Authority, Fernando Biral, que é a detentora da área atingida, para definir ações de limpeza e isolamento da área que será destinada para futura expansão portuária.
O prefeito também solicitou que a SPA assuma o pagamento dos valores necessários para garantir a inclusão das 87 famílias cadastradas desde o incêndio ocorrido nesta terça-feira, no Programa de Locação Social. Hoje o Município já atende 840 famílias de diferentes partes da Cidade. Da mesma forma, foi solicitado que a SPA cerque a área após a limpeza e destinação dos resíduos, como forma de evitar novas invasões no local.
O encontro também contou com a presença do secretário de Desenvolvimento Econômico e Portuário (Sedep), Rogério Lima, e da secretária de Planejamento (Seplan), Polliana Iamonti.
O levantamento preliminar do Corpo de Bombeiros indica que pelo menos 77 barracos foram atingidos pelo incêndio na Comunidade da Prainha e outros 10 foram condenados pela Defesa Civil Municipal. A origem do fogo ainda está sendo investigada e não houve vítimas fatais. Quatro pessoas tiveram ferimentos leves, duas foram atendidas no próprio local e outras duas foram encaminhadas para atendimento médico.CRAS recebe 1 tonelada de alimentos do Fundo Social de Solidariedade
O Fundo Social de Solidariedade (FSS – Rua CavalheiroNamiJafet, 549 – Centro) entregou hoje no CRAS – Centro de Referência de Assistência Social (Rua Osvaldo Aranha, 800, Jardim Maravilha) uma tonelada de alimentos destinados às vítimas do incêndio na Prainha. As cestas básicas são fruto de doações que o Fundo Social recebe regularmente de empresários e munícipes em geral.
Quem quiser pode realizar doações às famílias atingidas, sobretudo alimentos não perecíveis, água potável, fraldas e produtos de higiene e limpeza. Os itens podem ser entregues na sede do FSS, sempre das 9  às 17 horas. A distribuição dos donativos será feita pela equipe dos CRAS, que recebeu um reforço de técnicos especializados para a operação.
Mobilização
A Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (Sedeas) cadastrou 87 famílias após o incêndio, que receberão cestas básicas e kits higiene. Não há desalojados, pois a maioria está na casa de parentes. Apenas uma pessoa está abrigada na Unidade de Acolhimento Municipal José Calherani.


Parque da Montanha
Nos últimos sete meses, o Município já fez a retirada de 301 famílias das comunidades Marezinha e Prainha, que estão localizadas numa área de expansão portuária, e são o público preferencial do empreendimento habitacional Parque da Montanha, na Vila Edna.
Na primeira fase, o Parque da Montanha terá 574 unidades construídas, sendo que mais 273 famílias serão removidas ao longo do primeiro semestre de 2021. Considerando todas as fases, o Parque da Montanha terá 1.962 unidades, o suficiente para atender toda a comunidade.
A Secretaria de Habitação (Sehab) e a Sedeas estão fazendo o cruzamento de dados para identificar quantas famílias vítimas do incêndio já estão inseridas nesta primeira fase do conjunto Parque da Montanha. Todas as unidades entregues recentemente pela Prefeitura passaram por um processo de recuperação e finalização, pois algumas se encontravam vandalizadas, por causa do tempo de abandono, enquanto outras estavam inacabadas.
Os apartamentos triplex com forro leve em PVC e piso com placas esmaltadas. O entorno do empreendimento possui toda e estrutura de drenagem, esgoto, iluminação e pavimentação em todas as ruas principais do conjunto, totalizando 10 mil metros quadrados de asfalto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *