GUARUJÁ ADAPTA PROJETO PARA INCENTIVAR LEITURA EM MEIO À PANDEMIA

Para incentivar a leitura em meio à pandemia, a Prefeitura de Guarujá, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Seduc), adaptou o Projeto “Livro Passeante”. Dessa forma, os livros são emprestados, gratuitamente, aos munícipes e, após serem devolvidos, passam por quarentena de 30 dias e são devidamente higienizados. Estão disponíveis cerca de 280 mil títulos de diversos gêneros.

Até o momento, a iniciativa é centralizada apenas na Biblioteca Municipal Martins Fontes (Rua Quintino Bocaiúva, 183 – Centro) e precisa de cadastro prévio. O munícipe que tiver interesse e ainda não for cadastrado deve se dirigir à biblioteca presencialmente, de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, munido de RG, comprovante de residência e duas fotos 3×4.

No local, estão sendo seguidos todos os protocolos de segurança para evitar a propagação da covid-19, como uso obrigatório de máscara de proteção facial, aferição de temperatura corporal e disponibilização de álcool em gel. Também não há aglomeração de pessoas, pois, nesse momento, não é permitido permanecer na biblioteca para leitura.

Quem já é sócio, basta entrar em contato através do Whatsapp (13) 99784 -5378 e solicitar até três livros por vez. Após verificar a disponibilidade dos títulos, é agendado um horário para que sejam retirados.

“Nós já fazíamos esse projeto, porém, por conta da pandemia, tivemos que adaptar. Esse trabalho é uma forma dos livros não ficarem parados nas estantes”, afirma o coordenador das Bibliotecas Municipais.

Para o secretário de Educação de Guarujá, o fomento à leitura deve permanecer mesmo em meio à pandemia. “A leitura precisa ser uma constante na vida de qualquer pessoa. Durante esse momento difícil que estamos passando, não podemos deixar de manter esse atendimento (adaptado) e devemos continuar incentivando e formando grandes leitores em nossa Cidade”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *