Prefeitura segue com serviços de limpeza do canal da Av. Leomil, no Centro

Os serviços de limpeza, desassoreamento e reparos das galerias pluviais e bocas de lobo do sistema de drenagem da região do Centro (Pitangueiras e Barra Funda) avançam. No momento, equipes da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Seurb)  estão executando a limpeza na altura da Rua Rio de Janeiro, sentido Barra Funda. As intervenções, que têm cunho preventivo, são necessárias para dar maior vazão às águas pluviais e mitigar históricos pontos de alagamento decorrentes de chuvas fortes.

A Avenida Leomil é um importante corredor viário da Cidade, e um dos principais acesso às praias das Astúrias, Tombo e Guaiúba. Há anos, a via sofre com alagamentos ocasionados por chuvas fortes, principalmente na região da Barra Funda, onde a água invade prédios e residências.

Com os serviços de limpeza e desobstrução das galerias da bacia da Barra Funda, que há décadas não eram realizados, muitos sedimentos naturais, como folhas presas nas tubulações, e até colchão, pneu de motocicleta e carcaça de televisão foram encontrados no canal, no decorrer dos últimos cinco meses em que a obra vem sendo realizada. Os serviços foram iniciados em 20 de janeiro.

O maquinário utilizado no trabalho de desentupimento é do tipo ‘roto rooter’, que usa a força mecânica de um motor elétrico para girar um cabo flexível dentro da tubulação. Na ponta desses cabos, existem lâminas capazes de cortar o que estiver causando o entupimento ou se enroscar nele para que seja puxado para fora.

“É um serviço que se tornou complexo pelo acúmulo de material proveniente de décadas sem ser realizado. Estamos fazendo esse enfrentamento, necessário para amenizar o problema de enchentes e alagamentos naquela região”, explica o secretário de Operações Urbanas, Alex Monteiro.


O trecho atendido com as melhorias foi dividido em sete quadrantes sequenciais, beneficiando as ruas Vereador Roberto Gelsomini, México, Santos, Sorocaba, Brasil, Rio de Janeiro, Petrópolis, Buenos Aires, Cavalheiro Nami Jafet, Benjamin Constant, Montenegro, entre outras vias.

O investimento na região do Centro é de pouco mais de R$ 200 mil, recursos provenientes de convênio firmado entre o Município e o Fehidro (Fundo de Recursos Hídricos do Estado de São Paulo).

A execução da obra está a cargo da Construtora Ferreira Marques, empresa vencedora da licitação pública. Técnicos da Seurb acompanham  o serviço que, conforme assinala o convênio, estarão concluídas em 12 meses, ou seja,  em janeiro do próximo ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *